Processo de Paz: é tempo para uma política de não-violência

Era um Kabalat-Shabat inusitado. Éramos mais de cem pessoas no deserto, ao lado do Mar Morto, num treinamento de nove dias em Comunicação Não-Violenta. O rabino de barba e cabelos longos tocava violão e junto com sua esposa cantava lindas canções que todos acompanhavam dançando – judeus, palestinos, israelenses, da Cisjordânia, de Gaza, e internacionais de mais de dez países. Vindo de uma família secular, pela primeira vez desde meu Bar-Mitzvá no Kotel senti identificação com um ritual judaico que fazia sentido para mim.

Veja mais: http://www.forum18.com.br/processo-de-paz-e-tempo-para-uma-politica-de-nao-violencia/

Fique sabendo primeiro

Informe seu e-mail e assim que tivermos vagas você será informado!

Obrigado pelo seu interesse!

Informe seu nome e e-mail e receba nossos conteúdos!

You have Successfully Subscribed!